Seja bem-vindo
Matupá,25/07/2024

  • A +
  • A -

Mercado internacional

g1.globo.com
Mercado internacional
Publicidade


Dezoito países participam de rodadas de negócios com setor florestal na França. Representantes de 18 países estiveram no estande exclusivo do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem) durante a feira Carrefour International Du Bois para conhecer e negociar produtos madeireiros de 46 espécies nativas comercializadas pelo setor de base florestal.
Pelo estande do Cipem passaram importadores, distribuidores e fornecedores de produtos florestais de diversos países.
Assessoria
Realizada no período de 28 a 30 de maio no parque Exponantes, em Nantes, na França, a feira contou com 670 expositores do mercado global que apresentaram produtos e soluções para os setores da construção, moveleiro e stakeholders. O encontro bienal é o mais importante do segmento, reunindo empresários das indústrias de processamento de madeira, fabricantes de móveis, de máquinas e ferramentas, designers de interiores, decoradores e empresas de iluminação.
Pelo estande do Cipem passaram importadores, distribuidores e fornecedores de produtos florestais dos Países Baixos (Holanda), Suíça, Polônia, Áustria, Tunísia, Guatemala, Canadá, Portugal, Grécia, Bélgica, Peru, Marrocos, Panamá, Reino Unido, além da própria França e do Brasil. Entre as espécies madeireiras mais procuradas pelo mercado consumidor internacional estão angelim-pedra, ipê, cumaru, itaúba, garapa, jatobá, cerejeira, cedro amazonense, jequitibá-rosa, caixeta, entre outras.
O encontro bienal é o mais importante do segmento.
Assessoria
Carrefour International Du Bois é a maior feira mundial do segmento de produtos florestais. Funciona como uma plataforma essencial para descobrir inovações, estabelecer parcerias comerciais e acompanhar as tendências do mercado. “Divulgar nosso segmento na Europa é muito importante para que o mercado internacional conheça e entenda como funciona a produção de madeira (nativa) brasileira a partir de planos de manejo florestal”, comenta o empresário e associado do Sindicato de Laminados e Compensados (Sindilan), Luiz Áureo.
O empresário e diretor do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte do Estado (Sindusmad), Moacir Luís Willinghöffer, destaca que a feira proporcionou aprendizado e networking. Também enalteceu a dedicação do Cipem na valorização das indústrias madeireiras. “Eu sou madeireiro há 31 anos e nunca me senti tão valorizado como madeireiro como durante essa feira. O Cipem montou um estande com o apoio de todos os sindicatos e foi maravilhoso. Além disso, contamos com a participação do setor público, com representantes do Executivo e Legislativo. A secretária de meio ambiente, Mauren Lazzaretti teve a oportunidade de explicar como Mato Grosso trabalha para manter sua floresta em pé. Isso foi muito importante”, enfatiza.
O Cipem montou um estande com o apoio de todos os sindicatos e foi maravilhoso.
Assessoria
"Estabelecemos uma conexão direta com os produtores de madeira de Mato Grosso, criando assim uma rede de relacionamento permanente com os principais consumidores de madeira do mundo. Mostramos que temos produtos de qualidade e em quantidade suficiente para suprir a demanda, fornecendo grandes volumes e trabalhando em blocos", destacou o presidente do Cipem, Ednei Blasius.
Vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, afirmou durante a abertura da Carrefour International Du Bois que a meta de Mato Grosso é expandir a abrangência do manejo florestal em áreas privadas dos atuais 5,2 milhões de hectares para 6 milhões (ha). “Com isso, poderemos reduzir nossas emissões. Além da importância econômica do setor de base florestal, nosso interesse também é que o setor contribua com nosso plano de carbono zero até 2035”, explicou.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.