Aumenta para 90 casos de Covid-19 confirmados em Mato Grosso; 446 têm problemas respiratórios graves

Aumenta para 90 casos de Covid-19 confirmados em Mato Grosso; 446 têm problemas respiratórios graves

Dos 90 casos confirmados, 63 estão em isolamento domiciliar, 11 e fim da quarentena (sem sintomas) e 15 internados (seis em enfermarias e nove em leitos de UTI). Conforme o boletim, há uma morte registrada.

Por Olhar Direto 09/04/2020 - 10:06 hs

O número de casos do novo coronavírus (Covid-19) registrados em Mato Grosso subiu para 90. A informação foi divulgada pela  Secretaria de Saúde (SES) em boletim informativo nesta quarta-feira (8).
 
Dos 90 casos confirmados, 63 estão em isolamento domiciliar, 11 e fim da quarentena (sem sintomas) e 15 internados (seis em enfermarias e nove em leitos de UTI). Conforme o boletim, há uma morte registrada.
 
Cuiabá é a cidade mais atingida até o momento, com 50 casos confirmados. Rondonópolis (7), Várzea Grande (6), Sinop (6), Tangará da Serra (5), São José dos Quatro Marcos (2), Cáceres (2), Alta Floresta (1), Aripuanã (1), Campo Novo do Parecis (1), Canarana (1), Lambari D'Oeste (1), Lucas do Rio Verde (1), Nova Monte Verde (1), Nova Mutum (1), Primavera do Leste (1) e União do Sul (1) completam a lista.
 
O Boletim Informativo explica que há dois casos confirmados do novo coronavírus em pacientes que estão em cidades de Mato Grosso, mas residem em outros estados do país. 

Um caso foi notificado pela Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis; o paciente mora em Sonora, Mato Grosso do Sul. O outro caso foi notificado pela Secretaria Municipal de Saúde de Chapada dos Guimarães; o paciente reside em São Paulo, Capital.

As mulheres correspondem a 59% dos casos registrados no Estado e 52 pacientes têm idade entre 36 e 55 anos.
 
Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis estão classificadas como cidades com transmissão comunitária - casos de transmissão do vírus entre a população onde não pode-se determinar a origem do contagio.
 
Sinop, Cáceres, Tangará da Serra e São José dos Quatro Marcos estão classificadas como cidades com transmissão local - casos de pessoas que se infectaram com vírus Sars-Cov2 , não estiveram em nenhum país com registro da doença, mas tiveram contato com outro paciente infectado confirmado.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Atualmente não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto.

Além dos casos de Covid-19 diagnosticados, 446 pessoas têm quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave.