Deputado denuncia truculência da PM contra sem-terra a mando de grileiro em Novo Mundo

Deputado denuncia truculência da PM contra sem-terra a mando de grileiro em Novo Mundo

Uma mulher teria sido obrigada a tirar a roupa na frente de várias pessoas.

Por Olhar Direto 07/04/2020 - 12:09 hs
Foto: Fablicio Rodrigues

O deputado Valdir Barranco (PT) denunciou, em sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (6), truculência de policiais militares contra moradores de um assentamento no município de Novo Mundo, região norte de Mato Grosso. Uma mulher teria sido obrigada a tirar a roupa na frente de várias pessoas.

O episódio teria ocorrido na última terça-feira (30). Conforme o parlamentar, militares em uma SW4 possivelmente cedida por um grileiro da terra, teriam constrangido os sem-terra. “O acampamento é uma área pública da União, já com decisão da Justiça Federal de Sinop em favor da Advocacia Geral da União”, afirma.

“Esses policiais militares estiveram lá para constranger, aterrorizar os trabalhadores rurais sem-terra, que lutam para ter uma oportunidade de 10 - 20 hectares, de uma terra pública”, denunciou. Ainda de acordo com Barranco, a área, cujo grileiro está interessado, possui 15 mil hectares.

“Como a polícia militar esteve lá, inclusive sem mandado judicial, constrangendo com revistas, obrigando os trabalhadores a se despirem, inclusive uma mulher teve que se despir publicamente, na frente de todo mundo”, disse o deputado, que cobrou investigação da Secretaria de Segurança Pública e dos demais órgãos.

Outro lado

A Corregedoria da Polícia Militar informou que até o momento não recebeu nenhuma denúncia sobre o caso em questão, mas tão logo seja oficializada tomará providenciais no sentido de apurar e adotar as medidas legais.