Pesquisas eleitorais fraudulentas circulam em grupos em Guarantã do Norte

Pesquisas eleitorais fraudulentas circulam em grupos em Guarantã do Norte

Guarantã tem 21 mil eleitores e uma das pesquisas só foi ouvido 290 pessoas, ou seja, nem 1,5% do eleitorado.

Por Olhar Cidade da Redação 19/10/2020 - 12:13 hs
Foto: Divulgação

Ontem circulou pelas redes sociais em Guarantã do Norte, algumas pesquisas, ditas, eleitorais.

Uma delas o candidato pelo DEM Érico Stevan aparece com 52% dos votos, Celso Henrique do PDT 18%, o ex-prefeito Lutero Siqueira do PL, e Dr. Paulo Anestesista do PSL, com 12%, e Cleiton Guedes do PRTB com 3%.

Guarantã tem 21 mil eleitores e uma das pesquisas só foi ouvido 290 pessoas, ou seja, nem 1,5% do eleitorado.

Outras pesquisas também circularam pelas redes, enquetes de wattsapp, pesquisas através do google forms. Todas estas proibidas pela Justiça Eleitoral.

A estratégia adotada por quem está com medo da eleição, é usual nas campanhas. Um exemplo foi a eleição para presidente em 2018, enquanto o candidato do PT aparecia na frente, Bolsonaro sempre ficou atrás dos seus concorrentes e após a abertura das urnas, o Brasil elegeu Jair Messias Bolsonaro para Presidente.

A população está atenta a este tipo de estratégia, que não surte os efeitos desejados. Tentar enganar a população é ignorância, pois estão todos atentos a este tipo espúrio de enganação.

Deixamos a pergunta no ar, se nas pesquisas eleitorais estão trabalhando de forma fraudulenta, será que nos possíveis governos atuará com ética?

2018 nos mostrou que pesquisa eleitoral não ganha eleição. O que ganha, são as propostas.

Fiquem atentos Guarantãenses.