Polícia Federal cumpre mandado em Confresa em operação por desvios na Farmácia Popular

Polícia Federal cumpre mandado em Confresa em operação por desvios na Farmácia Popular

Ao menos R$ 10 milhões foram desviados por um grupo criminoso, de acordo com a investigação.

Por Agência da Notícia 23/09/2020 - 17:16 hs

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (23) a Operação Abutre, que investiga fraudes em desfavor do programa Farmácia Popular, do Ministério da Saúde. Ao menos R$ 10 milhões foram desviados por um grupo criminoso, de acordo com a investigação.

Cerca de 70 policiais federais cumprem 17 mandados de busca e apreensão. Desses, 14 são cumpridos em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, incluindo o sequestro de um imóvel em um condomínio de luxo. Os demais mandados são cumpridos em Brasília (DF), Nova Cantu (PR) e Confresa (MT).

Os nomes dos envolvidos ou dos respectivos comércios não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.

De acordo com a investigação, um grupo criminoso adquiriu fundos de comércio de farmácias, de forma fraudulenta e, em seguida, encerrou as atividades comerciais, no entanto, continuou realizando lançamentos inexistentes, isto é, forjava vendas de medicamentos no banco de dados da Farmácia Popular, para desviar dinheiro do programa federal.

Além do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foi determinado o bloqueio judicial de várias contas bancárias em nome dos investigados.

O objetivo é identificar outras pessoas que tenham envolvimento com o grupo, além de comprovar a destinação dos recursos públicos desviados, verificando se houve transferências para terceiros, aquisição de bens ou incorporação patrimonial.