Mulher acusada de rapto em Guarantã é na verdade a mãe da criança

Mulher acusada de rapto em Guarantã é na verdade a mãe da criança

Veja Abaixo a nota de Esclarecimentos na íntegra.

Por Olhar Cidade da Redação 21/09/2020 - 14:46 hs
Foto: Reprodução

Uma mulher foi acusada nas redes sociais de ter raptado uma criança, diante da exposição de sua imagem, ela procurou o Olhar Cidade, e afirmou que a criança é na verdade é sua filha. 

Diferente do que foi divulgado, ela é mãe da criança e foi visitar no aniversário da filha que está com seu ex-convivente. 

Veja Abaixo a nota de Esclarecimentos na íntegra emitida pelo escritório de advocacia Vidigal assiando pelo Doutor João Vidigal.

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

Com intuito de evitar maiores danos, é que tornamos público a presente Nota de Esclarecimento quanto aos fatos lançados nas redes sociais contra a Sra. PRISCILA DO NASCIMENTO BRANDÃO, uma vez que foi de forma intencional e maldosa deflagrada exibição de imagem da sra PRISCILA DO NASCIMENTO BRANDÃO, e menção difamatória como tendo praticado crime de rapto de criança, assim, vimos a público informar a toda população que a pessoa de Priscila do Nascimento, não praticou qualquer crime a ela imputado pelo sr. JOSE OLMIRO GALVÃO, seu ex convivente, com quem teve 2 filhos, como vem sendo divulgado. 

O que ocorreu na verdade, é que foi a sra PRISCILA afastada irregularmente de seus filhos pelo SR JOSE OLMIRO, qual pegou as crianças e mudou-se de Novo Progresso para Guarantã do Norte, impedindo a Sra PRISCILA de ver seus filhos. 

Tendo então a Sra PRISCILA ajuizado na Comarca de Novo Progresso Ação de reconhecimento e dissolução de união estável e na Comarca de Guarantã do Norte Pedido de Busca de Apreensão de menor, seus filhos, buscando sempre resolver a situação da melhor forma possível. 

No entanto na data de ontem 10/09/2020, aniversário de seu filho, A Sra. Priscila tentou visita-los, o que foi impedida, no entanto ao ver os filhos “jogados e maltratados”, sem pensar abraçou sua filha e levou consigo, na moto em que estava. 

Então diferente do que foi exposto pelo seu ex-convivente, ela não “roubou ou raptou” uma criança, pois tratava-se de sua filha qual inclusive o Sr. Jose não tem a guarda definitiva. 

Na data do dia 11/07/2020, a Sra. Priscila procurou a Delegacia de policia judiciaria civil de Guarantã do Norte e apresentou depoimento como também registrou Boletim de Ocorrência em desfavor do Sr. Jose Olmiro, o que será apurado pela Policia e posteriormente pelo Poder Judiciário. 

Assim, totalmente ao contrário do que se foi divulgado nos grupos das redes sociais, a Sra. Priscila não raptou qualquer criança, tendo sim socorrido sua filha na forma em que pode naquele momento, o que não poderia era o Sr. Jose Olmiro estar com as crianças, pois existe inclusive medida protetiva que o impedia de se aproximar da Sra. Priscila e seus filhos. 

Assim, em que pese os fatos apresentados, este Escritório de Advocacia, não apoia atitudes como da Sra. Priscila, recomendando sempre, que todo e qualquer ato seja praticado de forma amparada por Lei, no entanto com toda certeza REPUDIA veemente atitudes como a do Sr. Jose Olmiro, pois além de denegrir a imagem da pessoa da Sra. Priscila, coloca também sua integridade física em risco, pois poderia levar por erro, a população a agir de forma agressiva contra a Sra. Priscila, razão esta da presente Nota de Esclarecimento. 

No mais todos os fatos serão apurados pela Policia e Poder Judiciário de Guarantã do Norte. 

Guarantã do Norte/MT, em 11 de Setembro de 2020.