MP investiga prefeitura de MT que pagou funerária por transporte de pacientes

MP investiga prefeitura de MT que pagou funerária por transporte de pacientes

O MP também aponta diversas irregularidades também na prestação de serviços funerários pela empresa.

Por Isso é Notícia 12/08/2020 - 16:41 hs

A Prefeitura de Peixoto de Azevedo (675 quilômetros ao norte de Cuiabá) está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual (MPE) por pagamentos de R$ 34 mil a uma funerária a título de "transporte de pacientes".

O inquérito foi instaurado no último dia 3 de agosto pelo promotor Marcelo Mantovanni Beato.

Na investigação, o promotor destaca que há uma série de irregularidades em diversas contratações diretas e sem nenhum procedimento formal feitas pelo município com a empresa Rosimere Rodrigues Maciel Funerária MT, durante os anos de 2017, 2018 e 2019.

O MP também aponta diversas irregularidades também na prestação de serviços funerários pela empresa.


"Os documentos, por ora, estão a indicar um possível fracionamento indevido de serviços de prestação contínua à administração, com dispensa indevida de licitação, razão pela qual há que se esclarecer se havia a situação de urgência", afirmou o promotor.

O membro do MP ainda destaca que há necessidade de se averiguar se tais situações de emergência não foram "fabricadas", já que há indícios de que a Prefeitura deixou sucatear suas próprias ambulâncias, conforme demonstrado no procedimento preliminar aberto pelo MP.

O promotor intimou o representante da empresa para prestar esclaracimentos detalhados sobre os serviços prestados. Também foram intimados a ex-secretária de Saúde, Jucineida Oliveira da Silva, e do atual secretário, Madson Fontoura.