Presidente da Câmara de Matupá pede direito de resposta após reportagem local dizer que projeto na Câmara não foi aprovado

Presidente da Câmara de Matupá pede direito de resposta após reportagem local dizer que projeto na Câmara não foi aprovado

No pedido enviado na tarde desta quinta-feira, 02/07, para a TV Ourominas a presidente Wânia Gonçalves pede o direito de usar o espaço do jornal e esclarecer as informações, tendo em vista que o projeto foi aprovado, inclusive por todos os vereadores presentes, até mesmo os da base do prefeito.

Por Assessoria 03/07/2020 - 11:54 hs

Após uma reportagem exibida no telejornal da TV Ourominas de Matupá nesta quinta-feira, afirmando que os vereadores não teriam aprovado o projeto da Prefeitura nº 1041, a presidente da Câmara e outros vereadores foram procurados por alguns moradores que assistiram a matéria e perceberam se tratar de uma informação diferente do que realmente ocorreu.

No pedido enviado na tarde desta quinta-feira, 02/07, para a TV Ourominas a presidente Wânia Gonçalves pede o direito de usar o espaço do jornal e esclarecer as informações, tendo em vista que o projeto foi aprovado, inclusive por todos os vereadores presentes, até mesmo os da base do prefeito.

O projeto 1041/2020 recebeu algumas emendas, que teve apoio da maioria dos vereadores, tendo somente 2 votos contrários, onde fala sobre a penalização os pacientes notificados que insistem em circular pelo município mesmo sem sintomas do COVID, votação final do projeto todos votaram favoravelmente multa de R$ 500,00.

A presidente da Câmara pede ainda que a equipe de jornalismo, conforme determina a lei de imprensa, disponibilize um espaço para que sejam feitos todos os esclarecimentos à população matupaense.

Além da emissora de TV, o Legislativo também deverá procurar outros meios de comunicação, como a Rádio Cidade e sites que publicaram a informação distorcida do que realmente ocorreu na Câmara e com intuito de confundir a opinião da população.