Prefeito de Guarantã do Norte ignora escalada do coronavírus, se exibe em evento de grande aglomeração e revolta a população

Prefeito de Guarantã do Norte ignora escalada do coronavírus, se exibe em evento de grande aglomeração e revolta a população

Nas redes sociais, a população reprovou o libera geral, condenou a realização do evento e espinafrou com força o desavisado prefeito Érico Gonçalves.

Por A Bronca Popular 04/06/2020 - 09:59 hs

O prefeito de Guarantã do Norte (700 km de Cuiabá), Érico Stevan Gonçalves (PRB), é figurinha conhecida em Mato Grosso. A fama do gestor não foi construída em cima de alguma realização de utilidade para sua gente. Nada disso. Stevan conquistou notoriedade no rastro de suas derrapadas éticas e pelo volume de processos que responde, inclusive, por estelionato e improbidade administrativa.  

O busílis, aqui, no entanto, é outro.  

Enquanto Mato Grosso, a exemplo dos demais Estados do Brasil, vive a síndrome do pânico causada pela avassaladora pandemia do coronavírus, Érico Gonçalves se fecha em seu mundinho para não enxergar os mortos pela covid-19 e nem ouvir o choro das famílias que perderam ente queridos na batalha inglória contra a doença contagiosa, que é transmitida pelo coronavírus. Insensível demais!  

Alheio a escalada da covid-19 e indiferente a curva em ascensão da doença, o prefeito reuniu sua família e se exibiu, na noite da última terça-feira, em um evento de grande aglomeração popular para faturar politicamente em cima da inauguração de uma franquia de alimentos. A presença do chefe do Executivo no local deu ao evento uma aparência de legalidade e de legitimidade social. Apenas aparente.  

Substantivamente, a conduta de Érico Stevan pode ser classificada como ato de delinquência política. Justo ele, que é o gestor da saúde do município, deu explicito exemplo de afronta as normas de prevenção a disseminação da covid-19. Sem máscara e sem focinheira, cumprimentou, abraçou e conversou com dezenas de pessoas.  

Uma colossal irresponsabilidade de consequências imprevisíveis ou previsíveis até demais sob o aspecto trágico, sombrio, funesto, apavorante. A covid-19 mata e a forma mais eficaz de evita-la é o isolamento e o distanciamento social, além das medidas de higiene e de uso de máscara facial.  Será que Steven não sabe disso?  

Nas redes sociais, a população reprovou o libera geral, condenou a realização do evento e espinafrou com força o desavisado prefeito Érico Gonçalves, que aparenta descompromisso para com a saúde pública e nenhuma consideração pela vida dos eleitores que colocaram esse maluco no comando da prefeitura.