Homem é preso após se recusar a usar máscara e agredir funcionária de loja em Sorriso

Homem é preso após se recusar a usar máscara e agredir funcionária de loja em Sorriso

Ao ser alertado por uma funcionária da loja que não poderia entrar no estabelecimento sem usar a máscara, o suspeito se exaltou e segurou a vítima a força pelo braço, além de arranhá-la.

Por Olhar Direto 21/05/2020 - 11:05 hs

Um homem de 27 anos foi preso nesta quarta-feira (20) acusado de segurar e arranhar o braço de uma atendente em uma loja após ser barrado por entrar sem máscara. O caso aconteceu na região central da cidade de Sorriso (398 quilômetros da capital).

Segundo a polícia, o homem tentou entrar no estabelecimento sem máscara, o que vai contra o Decreto 465, que obriga todos os cidadãos a usarem máscara sob pena de multa em caso de descumprimento.

Ao ser alertado por uma funcionária da loja que não poderia entrar no estabelecimento sem usar a máscara, o suspeito se exaltou e segurou a vítima a força pelo braço, além de arranhá-la.

A Polícia Militar foi acionada. Ao chegar ao local, encontrou o suspeito tentando ir embora do estabelecimento. Ele foi preso e o caso foi registrado como lesão corporal, que pode levar de três meses a um ano de reclusão.

Desde o dia 5 de maio, em Mato Grosso, é obrigatório o uso de máscaras nos estabelecimentos comerciais. Caso a regra seja desrespeitada, o estabelecimento que estiver descumprindo a regra receberá multa de R$ 80 por pessoa que esteja dentro do local sem realizar o uso da proteção.

Em Sorriso, a Polícia Militar já notificou 46 comércios por descumprirem as medidas de segurança.