Eleição para senador não é disputa para presidência de bairro

Eleição para senador não é disputa para presidência de bairro

É o eleitor quem decide. Não existe voto perdido. Existe escolha consciente. Só isso.

Por Leandro Lima 19/09/2020 - 16:41 hs

O nome já diz, Senador pelo estado de MT. Então por qual razão estão querendo “distritalizar” os votos para o senado?

É o eleitor quem decide. Não existe voto perdido. Existe escolha consciente. Só isso.

Um senador correto atende ao seu estado e se começar puxar a brasa para o assado da sua cidade, claro, tem que ser botado para correr.

Se representatividade política para o senado fosse certeza de desenvolvimento, boa distribuição de renda e cidade justa, Rondonópolis seria capital do estado, Várzea Grande não seria ridicularizada e Cuiabá não teria tanta pobreza.

Se influencia política fosse algo bom, Juara estaria como capital de MT porque o homem que mandou no estado por 20 anos era de lá. E olhe como está, só agora começa a sair do isolamento.

E o que dizer de Matupá?

Vote no senador que tem ficha limpa, histórico bom e que tenha algo a perder, além do seu voto.

Leandro Lima é empresário, CEO das Organizações Olhar Cidade, comunicador há 20 anos e trabalha com marketing político.