Briga por ninho: araras disputam palmeira e registros são lindos

Na minha terra tem palmeiras, onde cantam… as araras🌴. Em Campo Grande, é comum observar a beleza desses pássaros durante todo o dia, indo de árvore em árvore. Mas, nem sempre a paz reina entre esses animais. 🤣

araras hibridas
Por enquanto, as araras híbridas estão ganhando e parecem já ter colocado ovos no ninho (Foto: Helma Jeller)

Recentemente, a bióloga Helma Jeller tem observado uma movimentação diferente no seu quintal. Uma de suas palmeiras morreu devido aos ventos fortes e, como tudo é reaproveitado na natureza, um casal de araras-canindés começou a cavar o tronco para transformar em ninho.

Tudo ia bem, até um casal de araras híbridas literalmente roubar a moradia. Depois ainda um outro casal de araras-canindés apareceu com a mesma intenção, contabilizando três interessados na “casa”.

arara caninde
Porém, as araras-canindés que fizeram o buraco visando a futura moradia (Foto: Helma Jeller)

“São três casais. Um barulho único também”, ri Helma.

Ela, que tem paixão pelo jardim, conta que muitas das árvores tem duas décadas de história. “Essas árvores floridas eu plantei com as sementes, que foi o alvo de meu estudo de mestrado e doutorado. Plantei em frente de casa e agora 22 anos depois tive que podar”, relembra.

Os registros começaram no início do ano. “Desde janeiro, fevereiro, eu observo elas. O vídeo com a planta florida foi um dos primeiros. Em seguida, quando aparecem as vagens nas árvores e depois sem a árvore”, conta.

disputa de ninho
Araras híbridas disputam ninho com araras-canindés (Foto: Helma Jeller)

Agora, Helma acredita que o casal de araras híbridas está com ovos. “Ela fica mais e entra no ninho. Parece estar chocando. Não sei se já puseram ovos. E se as canindés se estão presentes, elas tocam, mas foram elas que cavaram o ninho. As folgada tomaram”, ri.

Apesar da disputa, Helma reforça que precisamos compreender o ciclo natural da vida. “É a luta pela sobrevivência. Cada qual da sua forma”.

A bióloga Neiva Guedes, especialista em araras, compartilhou os registros de Helma nas redes sociais e frisou que as híbridas, ou seja, um cruzamento da arara-vermelha com a arara-canindé -, são férteis.

Portanto, logo Helma pode observar de perto filhotinhos.

Fonte Primeira Página

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!