Árvore gigante destrói calçada e ameaça residência na zona oeste da capital paulista

Moradores vêm fazendo reclamações e pedidos de poda ao poder público nos últimos três anos, mas sem sucesso

Reprodução/Jovem Pan News/Jornal da ManhãÁrvore gigante ameaça residência na zona oeste de Sp

Uma árvore de grande porte corre o risco de cair em cima de uma casa na rua Ricardo Cipicchia, no bairro do Rio Pequeno, zona oeste da capital paulista. Há mais de três anos, os moradores da casa e adjacências fazem reclamações ao poder público e solicitam a poda da planta, mas não tiveram sucesso até o momento. Cansados do jogo de empurra de responsabilidade das autoridades que deveriam resolver o problema, a população decidiu enviar uma denúncia para o endereço de e-mail sos@jovempan.com.br. Uma equipe de reportagem esteve na rua e constatou que a árvore já quebrou a calçada com suas raízes, que invadem a propriedade, destruindo também o piso interno. Galhos grandes e pesados também estão apoiados na residência. Segundo o morador, quando venta muito, todo mundo fica em alerta.

“A gente vem tentando pedir para a prefeitura e para a Enel removerem a árvore, e um joga para o outro [a responsabilidade], e não resolvem. Eu ligo para a Enel, e ela fala que precisa ligar para a prefeitura para autorizar. A prefeitura vem aqui, que já teve caso de vir aqui o técnico, analisou a árvore, viu que ela está encostando nos fios e falou que ia entrar em contato com a Enel e com a supervisão da prefeitura, mas não resolveu. Não removeu a árvore e nem podou. Veio aqui, olhou e falou que não pode fazer nada. Se eles não podem fazer nada, quem pode?”, questiona Marcos Fernandes, morador da casa mais afetada. “Tem protocolos que eu já pedi que eu até já perdi”.

Outros moradores da localidade sabem que não podem remover a árvore por conta própria e, por isso, também já fizeram dezenas de chamados para a Enel e para a subprefeitura do Butantã. A população é a favor das árvores que contribuem para um ar mais puro e um visual mais bonito da rua, mas reivindicam os cuidados necessários para que não haja riscos aos habitantes. Marcelina Cleide Lima é uma das pessoas que também vem registrando reclamações há anos. “A gente vem pedindo ajuda já faz muito tempo sobre essa árvore, porque ela quebrou a calçada toda, está entrando no imóvel, cai muitos bichos dela. E tem os fios que, quando chove muito, ela dá estalos. Já teve problema da Eletropaulo ter que vir resolver. Minha mãe é cadeirante e para sair com ela no portão [próximo à árvore] é muito difícil, porque está tudo quebrado. Outro dia caiu um galho em cima da minha irmã. A sorte é que as crianças não estavam junto, porque se tivesse caído em cima tinha matado, porque era um galho bem grande”, conta.

Em nota, a prefeitura informou que identificou a necessidade da poda da árvore da rua Ricardo Cipicchia, mas que, por ela estar em contato com os fios da rede elétrica de alta tensão, a Enel foi acionada para realizar a poda dos galhos que estão em contato com os fios seja realizada. Após o serviço ser realizado pela concessionária, a administração pública informa que dará continuidade na poda. Também em nota, a Enel disse que recebeu o ofício da prefeitura para fazer o serviço e que já está agendado para o dia 13 de agosto, exceto se houver algum imprevisto ou alguma condição climática que inviabilize o serviço.

*Com informações do repórter Daniel Lian

Fonte Jovem Pan News

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI
Já assistiu aos nossos novos vídeos no
YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!