Preso criminoso que cortou pescoço da namorada menor de idade enquanto ela dormia em Campo Novo do Parecis

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Diante do histórico de agressões do suspeito, o delegado de Campo Novo do Parecis, Honório Gonçalves dos Anjos Neto representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido nesta última quarta-feira (06).

Preso criminoso que cortou pescoço da namorada menor de idade enquanto ela dormia; homem conhecia vítimas pela internet
Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

A Polícia Civil prendeu, na quarta-feira (06), um homem suspeito da prática reiterada de crimes de lesão corporal e ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha, praticados contra companheiras de fora do estado e que conhecia pela internet. O criminoso, morador de Campo Novo do Parecis (401 quilômetros de Cuiabá) chegou a cortar o pescoço de uma adolescente de 16 anos, enquanto ela dormia.

Desde o início do ano, o suspeito de 24 anos já fez três vítimas, as quais conhecia através de redes sociais e as convidava para vir morar com ele em Campo Novo do Parecis.

A primeira vítima, de 19 anos, veio do estado do Maranhão e após alguns meses morando com o suspeito começaram as agressões, por ele não aceitar as roupas que ela usava, e não querer que ela saísse de casa, nem mesmo para procurar emprego.

Na ocasião, a Polícia Civil realizou o acolhimento da vítima que voltou para seu estado de origem.

Algum tempo depois, o suspeito conheceu uma nova namorada, de 16 anos, do estado do Pará e também veio morar com ele em Campo Novo do Parecis. A nova companheira também foi agredida, e em uma ocasião, após uma discussão ele pegou uma faca e fez um corte no pescoço da vítima enquanto ela dormia.

Recentemente, o suspeito conheceu outra vítima, de 20 anos, também do estado do Pará e que veio para Mato Grosso. Desde o início da relação, a vítima era ameaçada e agredida pelo suspeito, então decidiu procurar a Polícia.

Diante do histórico de agressões do suspeito, o delegado de Campo Novo do Parecis, Honório Gonçalves dos Anjos Neto representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido nesta última quarta-feira (06).

“Analisando os fatos, e o histórico do investigado, fica clara a reiteração na prática de lesão corporal no contexto da Lei Maria da Penha. A prisão vem para evitar que ele continue atraindo novas vítimas, resguardando uma possível pessoa que ele possa conhecer pela internet e convencê-la a morar com ele em Campo Novo do Parecis”, disse o delegado.

Fonte: Olhar Direto

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *