Notícia boa! Covid-19 deve se tornar resfriado leve nos próximos 10 anos, diz estudo

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

A pesquisa foi publicada na revista científica Science e foi feita nos Estados Unidos. Os cientistas encontraram semelhanças entre os Sars-Cov-2 e os outros tipos de coronavírus

Ele deve se transformar em um resfriado leve (Foto: Getty Images)

Notícia boa! Um estudo publicado na revista científica Science apontou que o coronavírus Sars-Cov-2 deve se tornar um “leve” resfriado em até 10 anos, assim como acontece com os outros 4 tipos de coronavírus mais comuns atualmente. A pesquisa aponta que quem vai sentir mais os sintomas dessa doença no futuro serão as crianças com menos de 5 anos. Apesar de ter os sintomas, eles não devem se apresentar de forma grave.

Para chegar a esse resultado, a análise, liderada pela especialista Jennie Lavide, da Universidade Emory, de Atlanta (EUA), fez um modelo matemático de comparação com seis coronavírus – além do Sars-CoV-2: os quatro da mesma família que causam resfriado comum e que são endêmicos; e os dois que causam a Mers e o Sars, as doenças que provocaram epidemias em 2003 e 2012, respectivamente, mas que tiveram a disseminação mais controlada – apesar dos sintomas graves.

Com esses dados, a equipe percebeu que o Sars-Cov-2 é mais parecido com o primeiro grupo, o que permitiria a diminuição drástica da letalidade. Boa parte disso se deve ao fato, também, de que as vacinas se provaram capazes de evitar os casos graves da doença.

Assim que boa parte da população se vacinar contra a covid-19, os adultos se tornarão mais resistentes e passarão dessa fase pandêmica, onde o índice de mortes ainda é gigante e a disseminação causa casos moderados e graves em grandes quantidades, para a fase endêmica. Resumindo: o vírus não vai sumir, mas deixará de ser grave.

Seguindo essa lógica, as crianças com menos de 5 anos sentirão mais os sintomas, por não contarem com a vacinação por enquanto. Mas, como visto até agora, a maioria devem ser assintomáticas ou apresentarem sintomas muito leves de resfriado.

Fonte: Pais e Filho

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *