Força Nacional desembarca em Alta Floresta após ameaça de invasão de indígenas em canteiro de obras de usina

Usina Hidrelétrica São Manoel está sendo construído na divisa de Mato Grosso com o Pará. Juiz federal atendeu pedido da diretoria da usina diante de risco de invasão.

Em 13/10/2017 08:04:00 na sessão Cidades

Foto: Reprodução

quipes da Força Nacional desembarcaram nesta quinta-feira 912) em Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, para cumprirem uma decisão judicial que determinou a garantia de segurança no canteiro de obras da Usina Hidrelétrica São Manoel, que está sendo construída no Rio Teles Pires, na divisa de Mato Grosso com o Pará.

A decisão é assinada pelo juiz Marcel Queiróz Linhares, da Segunda Vara Federal de SInop, a 503 km da capital, e atende a um pedido feito pela diretoria da empresa responsável pela usina, após a ameaça de invasão de indígenas no local.

Segundo consta na decisão, a presença da Força Nacional visa evitar danos ao patrimônio e garantir o direito de ir e vir dos funcionários da usina.

Em julho deste ano, índios da etnia Mundukuru invadiram o canteiro de obras da usina e passaram quatro dias ocupando o local. Os índios alegam que a construção traz impactos à cultura indígena.

No ano passado, uma engenheira e seis operários que trabalham na construção da usina hidrelétrica foram mantidos reféns dos índios da etnia Kayabi , na aldeia Kururuzinho, próxima ao município de Alta Floresta. Na época, os indígenas reclamam da contaminação do rio após um vazamento de óleo na região.

A usina

A hidrelétrica São Manoel começou a ser construída em 2014. Segundo a empresa responsável pela usina o prazo previsto para conclusão da obra é maio de 2018. Quando estiver pronta, seu reservatório terá uma área de 66 quilômetros quadrados, e capacidade de geração de 700 megawatts.

Fonte: G1 MT 



Por Leidieli Lima 13/10/2017 08:04:00

Mais notícias da sessão: Cidades